Aqui eu planto minhas magoas esperando que floresça a esperança para um dia eu possa colher meus sonhos... Vanessa Laranjeira

17 de jan de 2012

DESEJO DESCONHECIDO


Hoje eu quis muito te encontrar
Nunca desejei tanto ser desejada
Me lembrei dos seus beijos e toques
Enquanto a água do chuveiro me tocava.

Ao deitar na cama vazia senti sua falta
Ao abraçar o travesseiro pensei no seu corpo
Vi seus olhos fechados e sua boca entre aberta
Sentindo meus dedos percorrer o seu rosto calmo

Ah... como desejei te amar e ser amada
Como eu quis poder te encontrar,
Te conhecer e te esquecer.

Mas agora nessa cama meu Desconhecido
Só existe uma pessoa
Que sou eu tentando me reconhecer.

Vanessa Laranjeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário