Aqui eu planto minhas magoas esperando que floresça a esperança para um dia eu possa colher meus sonhos... Vanessa Laranjeira

20 de nov de 2013

RACISMO


Sou morena de pele clara, tenho sangue negro
E me orgulho de ter uma alma mulata.

Não sou ingênua a ponto de não perceber o preconceito ao meu redor
Assim como não sou tão esperta para fugir do racismo que me rodeia

Sou apenas mais um vivendo entre brancos, negros e mestiços.
E percebo que muito melhor ser gente negra
Do que ser um mestiço racista.

Vanessa Laranjeira

3 comentários:

  1. Vanessa, tb já sofri preconceito por ser negro e nordestino. Deixo aqui a minha atualização de hj do Face. Condicionou-se a amar a todos muito cedo, negros, vermelhos, brancos e amarelos, qualquer que fosse o gênero, feminino ou masculino, qualquer que fosse a condição, hetero ou homo, seja especial ou não. Dessa pessoa não se sabe o gênero nem a condição, a cor de pele ou se é especial ou não. Dela, sabe-se apenas que pertence a raça humana. minha atualização do Face no dia de hj.

    ResponderExcluir
  2. Oi Van

    A sociedade é seletiva e preconceituosa.
    É a cor da pele, é a classe social, é o saldo da conta bancária, é o estado de origem, é a mulher divorciada, é a criança sem pais e por ai vai.
    Tudo é preconceito.
    O ser humano não tem consciência do mal que está fazendo pra si mesmo, e a lição de egoísmo que está deixando.

    bjokas com sdd =)

    ResponderExcluir
  3. Como digo sempre, abomino qualquer preconceito, mas o que mais me enjoa é o racismo, é a briga idiota entre cor de pele, entre estados e regiões, como sulista contra nortista, paulistas contra cariocas...etc. Só há um consenso nisso tudo: O ser humano é muito idiota! Parabéns, Vanessa! beijos.

    ResponderExcluir